Home Economia Brasil volta a gerar empregos

Brasil volta a gerar empregos

SHARE

Pela primeira vez em 22 meses, o País gerou mais vagas de emprego do que encerrou. Foram abertos 35.612 postos formais de trabalho em fevereiro, conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). A informação foi rapidamente divulgada pela equipe econômica do governo federal, que preparou ontem uma cerimônia em que o presidente Michel Temer (PMDB) comemorou os números.

O presidente iniciou o discurso dizendo que iria dar boas -novas. “Vocês sabem que a economia brasileira volta a crescer e os sinais deste fato são cada dia mais claros”, declarou. Para ele, os 35.612 empregos formais demonstram um começo positivo para o País, após 22 meses de números negativos. No mesmo mês do ano passado, o cenário era bem diferente, com o pior resultado desde 1992, quando o Ministério do Trabalhador passou a registrar os dados. Foram fechadas 104.582 vagas com carteira assinada.

Temer ressaltou que a notícia é muito importante, pois são 35 mil brasileiros que têm uma vida indigna, mas considera um número ainda tímido. “É preciso começar”, sublinha.

Aparecida

O secretário municipal de Trabalho, Emprego e Renda de Aparecida de Goiânia, Adriano Montovani, comemora os resultados positivos e informa que, no município, o cenário também melhorou, com a abertura de mais vagas do que vinha ocorrendo. “Após o carnaval, notamos uma melhora na oferta de empregos. Aparecida está em pleno desenvolvimento, com muitas empresas chegando agora, se instalando, e novas vagas sendo preenchidas”, ressaltou.

Para quem está desempregado, o secretário afirma que o primeiro passo é procurar as unidades do Sistema Nacional de Empregos (Sine) e realizar o cadastro. “Sempre há vagas e, às vezes, a pessoa tem o perfil desejado pela empresa”, salienta. Montovani orienta a pessoa que está em busca de uma oportunidade a fazer cursos de qualificação. O Sine também oferece, gratuitamente, cursos técnicos, que irão ajudar o profissional a incrementar o seu currículo. “Às vezes o curso não inicia de imediato, mas a pessoa ficará inscrita e será chamada quando iniciar”, aconselha. “O emprego é muito importante, pois traz dignidade para a vida das pessoas”, concluiu. (Charles Daniel)