Entrevista

“O campeão de reclamação continua sendo a telefonia. Depois, as instituições financeiras”, afirma Marinho Resende

O presidente do PROCON Aparecida ainda explica quais serviços serão disponibilizados na edição do “PROCON Itinerante”, que será realizado hoje, em alusão ao “Dia Mundial do Consumidor”

Marcelo Mendes

Em entrevista ao Diário de Aparecida, o presidente do PROCON de Aparecida de Goiânia, Marinho Resende explicou sobre os serviços que serão ofertados à população nesta edição do “PROCON Itinerante”. O gestor do órgão ainda pontuou sobre as principais demandas existentes no município, que estão relacionadas a telefonia, instituições financeiras e energia elétrica.

Outra situação comentada por Marinho Resende está relacionada à conscientização dos empresários, comerciantes e consumidores, a respeito da Lei do Direito do Consumidor, o que considera como avanço no município. Também foi feito um alerta sobre os serviços disponibilizados pelo PROCON: “É um serviço gratuito, nada é pago”, enfatizou.

Diário de Aparecida – Qual a programação que será disponibilizada pelo PROCON Aparecida em alusão ao Dia Mundial do Consumidor?

Marinho Resende – Pela segunda vez faremos o PROCON Itinerante na Praça da Matriz, onde nós pretendemos oferecer ao povo de Aparecida todos os serviços que temos. Atendimento, DPVAT, consulta jurídica, dentre outros. Também estamos com uma parceria com a OAB, que também estará lá para oferecer todos serviços de atendimento jurídico. A Secretaria da Saúde, que oferecerá serviços odontológicos, vacinação e aferição de pressão arterial. Nós faremos um grande movimento na Praça da Matriz.

DA – Quais as principais demandas que tem chegado diariamente até o PROCON Aparecida?

MR – Na verdade o campeão de reclamação continua sendo a telefonia. Depois as instituições financeiras, quer seja bancos ou instituição financeira de empréstimo, que fica em segundo lugar. Agora o que chama a atenção nos últimos dias é quantidade de reclamação em relação a qualidade da energia elétrica. Está tendo muitas reclamações da Enel.

DA – Qual tem sido o posicionamento da Enel em relação a essas reclamações?

MR – Em relação a Enel, não podemos reclamar, porque o nosso relacionamento, entre PROCON Aparecida e a Enel é muito bom. Nós temos, dentro desse relacionamento, facilitado muito o entendimento e o resultado tem sido positivo, em relação as reclamações que temos recebido.

DA – O PROCON Aparecida é recente, cerca de 8 anos de instalação no município. Quais os principais avanços identificados neste período?

MR – O PROCON Aparecida foi iniciado no governo do Maguito Vilela, em 2011, e agora estamos completando 8 anos, com avanço muito grande. Pode ter certeza que o PROCON Aparecida virou referência. Temos tido procura de outras unidades do PROCON de Trindade, Senador Canedo e outras cidades, que enviou pessoas para passar por estágio aqui e tem nos procurado. Então nós avançamos muito. Com relação ao entendimento da população, nós temos que agradecer que tem aumentado muito a procura. Mas ainda existem muitos dirigentes que não entendem os Direitos do Consumidor, com compreende e não coopera.

DA – Como tem sido a relação do PROCON Aparecida com a população?

MR – Tem aumentado muito. Inclusive da parte dos empresários, que tem nos procurado, porque o PROCON nada mais é que uma ponte entre o consumidor e o fornecedor. Nós temos obtido resultados excelentes no serviço de conciliação. Temos que ressaltar o acordo que fizemos com a Associação dos Bancos, em que temos um departamento de conciliação, que tem tido resultados espetaculares, com 69% de resultados positivos. Mas ainda temos muito a crescer e muito a aprender.

DA – Quem tiver alguma demanda, pode procurar o PROCON hoje na Praça da Matriz?

MR – Estaremos com todos os serviços disponíveis. A pessoa pode ir. Uma observação que tem que ser reforçada, nada do PROCON pode ser pago. É um serviço gratuito, nada é pago. Temos a sede do PROCON que fica no Centro, na Avenida das Nações, temos também um posto de atendimento no SAC do Garavelo e outro no SAC da Vila Brasília. Pode nos procurar também pelo telefone (62) 3545-6501, que nós estamos à disposição. Antes de assinar um contrato, fale conosco. Se tem dúvidas, fale conosco, que vamos analisar o contrato antes de você assinar.

 

Tags

Bia Mendes

Repórter da editoria de política. Jornalista graduada pela Universidade Federal de Goiás (UFG) e possui MBA em Gerenciamento de Projetos

Related Articles

Close