Política

Prefeitura faz parceria para melhorar sinal da internet

Com investimentos de R$ 100 milhões das empresas, Capital ficará entre as cinco cidades neste quesito no Brasil

 

Uma ação da Prefeitura de Goiânia vai colocar a Capital, já nos próximos dois anos, entre as cinco cidades brasileiras com o melhor sinal de telefonia e internet do Brasil, com o investimento de cerca de R$ 100 milhões por parte das empresas. A iniciativa é resultado de uma série de reuniões realizadas desde o início de 2017.
Para concretizar as novas regras para o licenciamento e a instalação de torres e antenas de telefonia e internet na Capital, discutida intensamente por técnicos da prefeitura e representantes das operadoras e do Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviços Móveis Celular e Pessoal (Sinditelebrasil), o prefeito Iris Rezende (PMDB) assina hoje, às 10h, decreto que institui as mudanças.

Alterações
Dentre as principais alterações trazidas pelo decreto está a implementação de um processo único e simplificado de licenciamento das torres e antenas que reduzirá em cerca de 90% o prazo médio para autorização de instalação e atividade dos equipamentos. “Anteriormente, o prazo médio para conclusão de um processo de licenciamento de torres e antenas junto à prefeitura era de 36 meses e, com a nova regulamentação, esse tempo deve ser reduzido para 60 dias”, afirma o secretário de Planejamento Urbano e Habitação, Agenor Mariano.
Outra novidade apresentada pelo decreto é a definição de que as estações transmissoras de radiocomunicação e as infraestruturas de suporte são bens de utilidade pública e poderão ser instaladas em todas as unidades territoriais do município definidas pelo Plano Diretor. “A nossa expectativa é de que nos próximos dois anos a cidade receba, com a nova regulamentação, investimentos da ordem de R$ 100 milhões nos serviços de telecomunicações, trazendo maior qualidade aos serviços de telefonia e internet prestados na Capital”, ressalta o diretor-executivo do Sinditelebrasil, Carlos Fernando Duprat.
Com isso, a população de Goiânia contará com uma maior cobertura de sinal em vários pontos da Capital, além de realizar ligações, por exemplo, com menos ruídos e ter acesso a uma internet com maior velocidade de conexão e transferência de dados.

Dados nacionais
De acordo com dados do Sinditelebrasil, dentre 100 cidades brasileiras pesquisadas, Goiânia ocupa a 95ª posição na qualidade de telefonia e internet e, com os investimentos a serem realizados, a meta estabelecida pelas empresas de telefonia, em parceria com a Prefeitura de Goiânia, é que ela passe a integrar o time das cinco melhores do País nos serviços de telecomunicações.
Para Carlos Fernando Duprat, as alterações trazidas pela nova regulamentação à Prefeitura de Goiânia possibilitam que a cidade possa receber novos investimentos na área, que, anteriormente, estavam sendo direcionados para outras cidades do País.
“Nos últimos anos, milhões de reais deixaram de ser investidos em Goiânia por conta das dificuldades enfrentadas pelas empresas para licenciamento e instalação de equipamentos. Acreditamos que, agora, Goiânia entra em uma nova era no que diz respeito à telefonia e internet e novos investimentos voltarão a ser feitos na cidade”, afirma o diretor.
“A Legislação Federal já determina que esses equipamentos são de utilidade pública e, automaticamente, dispensados de alguns documentos exigidos para atividades econômicas, como o Cadastro de Atividade Econômica e Alvará de Localização e Funcionamento, porém Goiânia ainda exigia documentações que travavam o processo”, ressalta o secretário Agenor Mariano.

Bia Mendes

Repórter da editoria de política. Jornalista graduada pela Universidade Federal de Goiás (UFG) e possui MBA em Gerenciamento de Projetos

Related Articles

Close