Cidades

Suspeito de matar radialista é preso em Edealina

Em 2017, o vereador José Eduardo já havia tentado o crime

Hoje, pela manhã, o vereador José Eduardo Alves da Silva (PR), de 39 anos, foi preso pela Polícia Civil. O parlamentar é suspeito de mandar matar o radialista Jefferson Pureza, de 39 anos, em Edealina, a 151 Km de Aparecida. O político nega, mas a polícia diz que ele planejou o crime por questões políticas e pelo fato da vítima ter se relacionado com sua ex-mulher.

Ainda segundo a polícia, o vereador tinha como intermediário do crime Marcelo Rodrigues dos Santos, que contratou, por R$ 5 mil, Leandro Cintra da Silva e um adolescente para a execução do radialista. Em 2017, José já havia organizado uma tentativa de matar Pureza em virtude de contratempos políticos.

Jefferson foi morto dentro de casa com três tiros no rosto no último dia 17. Ele era conhecido por conduzir um programa de rádio polêmico na cidade, mas ainda segundo a polícia não é possível dizer se o crime tem ligação com a profissão da vítima.

Jean Diego*

(*Estagiário supervisionado pelo editor Francisco Costa)

Tags

Related Articles

Close